Prude empata nos minutos finais e garante vaga na briga pelo título

Resultados dentro de campo são reflexo do comprometimento e união do grupo. Foto: Luciano Jr / Lufa Comunicação.

Resultados dentro de campo são reflexo do comprometimento e união do grupo. Foto: Luciano Jr / Lufa Comunicação.

Teste para cardíaco, assim podemos descrever a partida entre Prudentópolis e Cianorte que definiu a classificação do Tigre para as quartas de final do Campeonato Paranaense 2014. O Leão do Vale saiu na frente, mas nos minutos finais da partida o Prude empatou e garantiu a vaga. O confronto foi no Estádio Newton Agibert em Prudentópolis e teve início às 16h.

O Prude fez valer o fator casa, pressionou o adversário e teve dificuldades para atacar. Cabixi teve a oportunidade de matar o jogo ainda no primeiro tempo cobrando pênalti, mas o goleiro Paulo Sérgio defendeu, Ganzer colocou a equipe da capital do vestuário em vantagem, mas aos 42 minutos do segundo tempo Vinícius empatou garantindo a classificação do Prude.

Emoção até o último minuto da partida

De um lado o Prude jogando em casa, com o apoio em peso da torcida, do outro o Cianorte precisando vencer para se classificar e com dificuldade para se adaptar ao gramado pequeno. O Tigre Fez valer o mando de campo e assim que a partida começou tratou de mostrar as garras para o Leão do Vale, pressionou, atacou, não deu espaço para o adversário, que em raras chances chegou ao gol defendido por Marcos Paulo. O Prudentópolis atacava, tinha mais posse de bola mas pecava nas finalizações, e quando acertou o chute esbarrou no goleiro Paulo Sérgio que fez grandes defesas, segurando os ataques do Prude.

A grande chance de balançar as redes veio aos 35 minutos do primeiro tempo, após marcação de penalidade Cabixi cobrou e o goleiro Paulo Sérgio mais uma vez frustou o ataque do Tigre. Pouco depois em contra-ataque rápido o Cianorte marcou com Ganzer.

Na etapa final o Tigre foi para o tudo ou nada, apenas um empate colocaria a equipe nas quartas de final. A pressão continuou, maior posse de bola, pressão e mais uma vez o goleiro adversário se destacou fazendo pelo menos três grandes defesas. O Cianorte acabou recuando e não teve forças para atacar. E de tanto insistir, a recompensa veio aos 43 minutos do segundo tempo, Vinicius chutou forte, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro do Cianorte que nada pode fazer para evitar o gol de empate. No minuto final Irineu teve a chance de virar, mais uma vez Paulo Sergio defendeu. Fim de papo, o árbitro Antônio Denival de Moraes encerrou a partida e a classificação estava garantida como recompensa do trabalho do Tigre.

 

Por Lufa comunicação

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *